sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Polícia Civil prende suspeitos de instalar “tribunal do crime” na região Itaqui-Bacanga



Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Civil, por meio das seccionais Sul e Leste, 5º Distrito Policial, Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), deu cumprimento a mandados de prisão preventiva contra quatro suspeitos de integrarem a facção criminosa “Bonde dos 40” que teria instalado uma espécie de “conselho disciplinar” ou “tribunal do crime”, na região Itaqui-Bacanga, para punir criminosos que pratiquem assaltos em bairros da área. Os presos foram identificados como Leilson da Silva, o “Zik”; Inaldo Sampaio de Sousa Júnior, o “Doca”; João Nilson Oliveira Costa, o “Barnabé”; e João Francisco Oliveira Costa, o “Xaropinho”.
Conforme as investigações, os presos recebiam ordens de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas para executarem punições paralelas ao poder das forças de segurança, efetuando disparos contra membros da própria facção criminosa e outros quem julgassem culpados por algum delito cometido na região Itaqui-Bacanga. As ordens, ainda de acordo com os levantamentos, eram dadas por “Zik”, que está recolhido em uma unidade de Pedrinhas.
Os tiros, geralmente, eram efetuados contras as pernas e mãos dos “julgados”. Tudo era registrado em vídeos e exibidos em redes sociais.

Os presos serão apresentados à imprensa, na tarde desta quinta-feira, em entrevista coletiva na Secretaria de Segurança Pública (SSP), no Outeiro da Cruz. Em seguida, todos serão levados ao Complexo de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Imprensa paga por Edivaldo Holanda Júnior chama o governador do Estado até de canalha

Se cabe uma sugestão, Dr. Edivaldo Holanda Júnior, afaste-se dessa gente. Eles não têm escrúpulos quando se trata de luta pelo poder. Nem a sagrada família eles respeitam.

JM Cunha Santos


“Impressionante a canalhice de Flávio Dino...eh só mais um cretino”... Li e fiquei impressionado com o linguajar rasteiro, cheio de ódio, com que o jornalista se dirige ao governador. Mais impressionado, entretanto, estou com a informação de que este é um dos soldados de Sarney pagos pela Prefeitura Municipal de São Luís dizem que com contratos que vão além de R$ 10 mil por mês.
Do outro lado assisto ao massacre da TV de Sarney contra o governador, plantando matérias falsas, mentirosas e ridículas na TV Globo para destruir a boa imagem que Flávio Dino detém no Maranhão, no Brasil e na imprensa nacional. Leio e, cabisbaixo, sinto o peso da deslealdade, mais uma vez aquele sabor acre de ignomínia e de traição.
Senhor prefeito,
Sinto muito, mas preciso lhe dizer que essa não é a postura de um aliado, que o Senhor age com deslealdade ao patrocinar os detratores e infamadores de um governador que tem sustentado com a Prefeitura uma parceria que, feitas todas as contas, salva sua administração de um desastre total.
Se, Senhor prefeito, se tratassem de críticas à gestão de Flávio Dino, seria até compreensível sua leniência para com essa coisa escrota que eles insistem em chamar de jornalismo. Mas não são críticas, são insultos baixos, mentiras depravadas e muito piores eu já li por ai. A matéria do Bom Dia Brasil sobre o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, por exemplo, tenta passar à população a ideia de que Flávio Dino cometeu crime de corrupção ao firmar com a Clínica Eldorado um contrato no valor total de mais ou menos R$ 1 milhão quando eles mesmo, e há 7 anos atrás, firmaram com a mesma clínica um contrato com valor total de mais de R$ 1 milhão e 800 mil. Trata-se, e todos eles sabem, de um tipo de contrato absolutamente legal e a que todos os governos do mundo já recorreram para resolver problemas imediatos da população.
Esqueceu, Senhor prefeito, de como Roseana Sarney zombou de Vossa Excelência anunciando parcerias que nunca fez com São Luís. Esqueceu como a TV mercenária de Sarney o tratou nestes anos todos.
Há um plano organizado agora para destruir a imagem do governador Flávio Dino até a eleição de 2018. Sarney convocou a reunião e é provável que essa mídia que o Senhor paga dela tenha participado, tenha opinado, tenha contribuído com sugestões para esse massacre diário, mentiroso e criminoso em rádios, jornais, blogues, sites e televisão contra o governador.
Desculpe, Senhor prefeito, mas trata-se do governador que anos atrás optou por sua candidatura, trata-se do governador que já no exercício do mandato apoiou a sua reeleição, o governador que desde o primeiro momento mantém diversas parcerias com sua administração. Se o Prefeito insiste em patrocinar os que o tratam de cretino e de canalha eu não encontro outros termos para isso: é deslealdade, é traição.
Se cabe uma sugestão de quem milita na imprensa política há quase 40 anos Dr. Edivaldo Holanda Júnior, afaste-se dessa gente. Eles não têm quaisquer escrúpulos quando se trata de luta pelo poder. Nem família eles respeitam. É só lembrar o que fizeram com o então deputado Magno Bacelar, com Epitácio Cafeteira, com José Reinaldo Tavares e mais recentemente, a tentativa de forjar um flagrante contra o irmão do governador, Saulo Dino.

Afaste-se, prefeito. Afaste-se de Sarney e de todos os que o cercam.

Aluguel para instalação de Hospital de Ortopedia vai permitir 9.600 cirurgias a mais



Com a decisão de alugar uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), a Secretaria Estadual de Saúde permite que sejam realizadas 9.600 cirurgias a mais do que se fosse construído um novo prédio. Isso porque a construção de uma nova estrutura levaria em média três anos.
“Hoje temos uma demanda reprimida por ortopedia na capital. São Luís tem apenas 16 leitos de ortopedia, que estão funcionando dentro do Hospital Geral”, afirma Thaís Farias, secretária-adjunta de Engenharia da Secretaria de Saúde. “Vindo para cá, conseguimos ampliar, com uma agilidade que é permitida pelo aluguel”, afirma Thaís.
Ao fazer a reforma, que permitirá iniciar os serviços um ano após o aluguel, a Secretaria de Saúde vai começar a oferecer os serviços de ortopedia dois anos antes do que se optasse pela construção.
Há também uma economia de investimentos: a construção de estrutura nova de um hospital do mesmo porte é orçada em cerca de R$ 10 milhões – apenas a estrutura física, sem equipamentos. A reforma da unidade alugada foi orçada em menos de R$ 1 milhão, sendo que alguns equipamentos já estão incluídos no aluguel. “Camas adaptadas, por exemplo, já não teremos de comprar porque estão dentro do imóvel”, afirma Thaís.

Com a antecipação da obra, a Secretaria de Saúde vai poder realizar quase 10 mil cirurgias ortopédicas a mais. Isso porque o hospital, com 44 leitos, incluindo UTI, terá capacidade para fazer 400 cirurgias por mês. “Estamos ampliando todo o serviço de ortopedia do estado, tanto do interior quanto da capital”, explica Thaís.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Hospital de Ortopedia: Ricardo Murad contratou a mesma clínica há 7 anos por 150 mil mensais

JM Cunha Santos


Uma farsa jornalística criminosa. Só assim pode ser tratada a matéria da TV Globo-Mirante sobre o aluguel da Clínica Eldorado destinada a abrigar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão. Primeiro, porque outros governos alugaram a mesma clínica, inclusive o secretário de 1 bilhão de reais, Ricardo Murad e não por R$ 90 mil mensais, como é agora no governo Flávio Dino, mas por R$ 150 mil. E isso há sete anos. Segundo, porque, se fosse esperar pela construção o Hospital de Traumatologia e Ortopedia só estaria em funcionamento dentro de 3 anos. Com o aluguel e a reforma estará à disposição do povo maranhense em 1 ano. Terceiro, porque o governo não poderia fazer uma reforma no prédio sem antes alugar. E mais: com o aluguel de uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, a Secretaria Estadual da Saúde permite que sejam realizadas 9.600 cirurgias a mais do que se fosse construído um novo prédio. Os Sarney ficaram 50 anos no poder sem dar aos maranhenses um Hospital de Traumatologia e Ortopedia. Uma vergonha.


Mas essa é a mesma TV Sarney que inventou que o senador Epitácio Cafeteira havia mandado matar Reis Pacheco apenas para que Roseana Sarney ganhasse uma eleição. Reis Pacheco estava vivo. É a mesma Rede Globo que produziu um noticiário poderoso e mentiroso para impedir a eleição e posse de Leonel Brizola no Rio de Janeiro. Não deu certo.

O nível de manipulação e desvirtuação dos fatos nessa matéria da TV Globo-Mirante, a TV Sarney, mostra que o monopólio dos meios de comunicação é um passo para o crime. A TV Sarney, a Globo-Mirante, é um palco de fraudes e mentiras a serviço de corruptos em luta pelo poder. Simples assim. Sempre foi assim.   

Malas e montanhas de dinheiro público explicam apoio de Michel Temer à candidatura de Roseana Sarney ao governo do Maranhão

 JM Cunha Santos


Malas, montanhas de dinheiro público, explicam as boas relações da organização criminosa que se apossou do Palácio do Planalto, chefiada por Michel Temer, com o grupo Sarney no Maranhão. O martelo foi batido: Roseana Sarney é a candidata de Michel Temer, o comprador de deputados, ao governo do Maranhão em 2018. São farinha do mesmo saco e ambos paramentados por imagens de malas de dinheiro circundando seus governos, ontem como hoje.

O CASO LUNUS

Dinheiro encontrado no escritório da empresa de Roseana Sarney.
Completam-se 15 anos que a Polícia Federal apreendeu, em março de 2002, R$ 1,3 milhão em dinheiro vivo no escritório da empresa Lunus, de propriedade de Roseana Sarney e de seu marido, Jorge Murad, gerando uma crise política que transformou em farrapos a candidatura da extrema direita à Presidência da República. A candidata seria Roseana Sarney. Mas a apreensão da grana suja dos Sarney não deu em nada. Um ano depois, um falacioso Supremo Tribunal Federal arquivaria, por falta de provas, o processo contra Roseana Sarney decorrente da ação da Polícia Federal. Ficaram, entretanto, as imagens de montanhas de dinheiro no escritório de uma empresa particular de Roseana Sarney circulando em jornais e revistas do Brasil e do mundo e emporcalhando a imagem do Maranhão lá fora.
O CASO USIMAR
Antes desse desonroso episódio, a Polícia Federal já havia acusado a governadora Roseana Sarney, seu marido Jorge Murad, o presidente do Senado, Jader Barbalho e mais 19 pessoas de formação de organização criminosa, tráfico de influência, peculato e lavagem de dinheiro em razão de fraudes no projeto da Usimar Equipamentos Automotivos, financiado pela extinta Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). A quadrilha foi acusada de desviar R$ 44,2 milhões da Sudam e a fábrica de autopeças que seria construída em São Luís nunca saiu do papel. A Polícia Federal chegou a suspeitar que o dinheiro encontrado no escritório da Lunus, a empresa de Roseana Sarney e Jorge Murad, era parte do golpe aplicado contra a Sudam. E num último episódio envolvendo malas de dinheiro, o governo Roseana Sarney foi acusado de receber R$ 3 milhões em propina para liberar um precatório de 154 milhões da empresa da UTC Constran.

AS MALAS DE MICHEL TEMER

A revista Época divulgou imagens da propina destinada a Michel Temer.
Talvez que as malas de dinheiro que sempre rondaram os governos de Roseana Sarney nem sejam da mesma marca das que rondam o senhor Michel Temer, nem se aproximem em qualidade das que Temer deve ter despachado para os deputados que comprou, nem sejam importadas como aquela em que Rocha Loures carregava R$ 500 mil como pagamento da propina semanal do hoje presidente da República. Mas a afinidade ideológica corrupta é indiscutível. É dinheiro do povo, roubado escandalosamente enquanto esse estado e seu povo patinavam na miséria absoluta, sem segurança, sem saúde e sem educação.

Infelizmente, para desgraça e vergonha ainda maior desse estado, são malas e montanhas de dinheiro público que explicam porque Roseana Sarney é a candidata de Michel Temer no Maranhão.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

50 anos de corrupção dos Sarney quebraram o Maranhão que Flávio Dino está reconstruindo

“Não há como negar: muito mais policiais e segurança; muito mais escolas e professores; muito mais hospitais e saúde; muito mais dignidade. (Márcio Jerry, secretário de Comunicação e Assuntos Políticos)

JM Cunha Santos


Pode contar nos dedos ou usar máquina de calcular. Os 50 anos dos Sarney no poder no Maranhão foram 50 anos de corrupção. Quebram o Maranhão. Fizeram do maranhense o povo mais pobre do país. Aliás, falando e corrupção, este ano o episódio da Lunus, escritório de Roseana Sarney e Jorge Murad onde foram encontrados milhões em cédulas de 50 reais, atinge a puberdade. Fazem 15 anos do mais escabroso ato de corrupção já escancarado no Estado.
O negócio da China (Kao I) que deixou esgotados e na miséria centenas de trabalhadores na região de Rosário, deve estar comemorando as bodas de prata. Neste episódio, um grupo de vivaldinos enriqueceu ás custas do couro do povo. A corrupção da Usimar deve estar completando Bodas de Ouro. O fato é que nos 50 anos dos Sarney no poder, não houve um único ano sem denúncias de corrupção deslavada, divulgada, cantada em verso e prosa nos quatro cantos do Brasil. Quanto a escolas, só de palha; hospitais, só de fachada; segurança, nem pensar; agricultura, desmontada; agricultura familiar, dispensada. Pobreza, fome, desemprego, êxodo rural, miséria – era esse o retrato do Maranhão.
A corrupção atingiu um nível tão alto que Sarney se tornou personagem de capa do livro “Honoráveis Bandidos”, entrando definitivamente para a História. Tanta que Roseana Sarney ilustrou o romance sem falas “A candidata que virou pó”.
E tome corrupção, tome roubo de dinheiro público!
1 bilhão de reais sumiu da Secretaria da Saúde na gestão Rseana Sarney-Ricardo Murad. Mais de um bilhão de reais sumiu da Secretaria da Fazenda na gestão Roseana Sarney-Cláudio Trinchão. Nos governos Roseana Sarney o Sistema Mirante de Comunicação recebia mais dinheiro que todo o Sistema Estadual de Agricultura. Enquanto isso, os lavradores maranhenses eram escorraçados, pisoteados, fuzilados por grileiros e empresas agropecuárias protegidos pela omissão e conivência do Estado.
E tome miséria, tome pobreza, fome e desemprego no interior do Maranhão.
ATAQUES A FLÁVIO DINO
Aliada, agora, do presidente acusado de chefiar uma organização criminosa, Michel Temer, Roseana Sarney usa sua televisão turbinada por verbas federais e o resto da mídia para tentar desconstruir a imagem do governador Flávio Dino. E quem são os entrevistados? Andrea Murad, cujo pai quase vai preso por corrupção na Secretaria da Saúde e Eduardo Braide, tido como um dos chefes da Máfia de Anajatuba.



Sobre esses ataques, ainda há pouco o Secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry disse que o trabalho inegável do governo Flávio Dino desnorteia a oposição oligárquica que parte para todo tipo de baixaria e mentiras todos os dias. “Em meio à crise, o Maranhão tem obras por todo lado, em todas as áreas e regiões. Resultado do trabalho sério e competente do governador Flávio Dino”, declarou o secretário. Márcio declarou ainda que comparando-se os 14 anos de Roseana Sarney com os 2,5 de Flávio Dino chega-se a uma conclusão que deveria a oligarquia pedir desculpas. Para Jerry, os 50 anos de poder oligárquico não resistem a um minuto de comparação com o que hoje acontece no Maranhão. “Eles só espoliaram nosso estado”, disparou. “Não há como negar: muito mais policiais e segurança; muito mais escolas e professores; muito mais hospitais e saúde; muito mais dignidade”, finalizou.

Grávida perde controle de veículo e sofre grave acidente na Via Expressa

 
Uma mulher identificada como Diulinda Pavão Costa, de 41 anos, perdeu o controle de um veículo e caiu em uma ribanceira, de aproximadamente 20m, às margens da Via Expressa Joãozinho Trinta, em São Luís, no início da tarde desta terça-feira (15). As informações confirmadas pela Polícia Militar dão conta de que a vítima está grávida de sete meses. Ela foi levada para um hospital da cidade por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Os primeiros atendimentos à vítima foram feitos por pessoas que moram às margens da Via Expressa. Em seguida, o Corpo de Bombeiros iniciou o procedimento técnico e aguardou a chegada de uma ambulância do Samu para levar a mulher ao hospital.
Diulinda Costa é morada do Turu e seguia, por volta das 12h30, no sentido Jaracati – Ipase, de acordo com testemunhas. Moradores das proximidades do acidente disseram que o condutor de um veículo à frente do de Diulinda fez algum sinal como se pedisse redução de velocidade, quando ela perdeu o controle do automóvel. Todos os detalhes do acidente ainda estão sendo levantados pela polícia.

Com informações do G1

Oposição de 1 bilhão de reais quer sabotar a construção, ampliação e reforma de hospitais no Maranhão

“A oposição não quer o Hospital de Traumatologia e Ortopedia no Estado”. (Carlos Lula)

JM Cunha Santos


Com mentiras, factoides e invencionices, os Sarney tentam sabotar o Sistema de Saúde construído pelo governo Flávio Dino no Maranhão, a partir da queda da oligarquia em janeiro de 2015. As investidas dos acusados de desviar R$ 1 bilhão da Secretaria da Saúde, (Roseana Sarney, Ricardo Murad e companhia) começaram pelo hospital do município de Caxias e avançam contra o Hospital de Traumatologia e Ortopedia que está sendo construído no Estado.
Inconformados com a construção de 5 hospitais regionais que mudam completamente a história da saúde pública no Maranhão e com todas as ações concretas do governo em Caxias, mereceram do deputado Rubens Júnior uma reação que os coloca em seu devido lugar. Rubens Júnior considerou impressionante a desinformação fabricada em torno da passagem do governador Flávio Dino pelo município e listou alguns feitos do governo do Estado, como o anúncio da ampliação do Hospital Macrorregional, o convênio com a Prefeitura para ajudar a Maternidade local, uma nova ambulância e a reabertura do Instituto Médico Legal, tudo o que nunca aconteceu nos governos de Roseana Sarney.


Reação idêntica veio do Secretário de Estado da Saúde, Carlos Eduardo Lula, contra a oposição de R$ 1 bilhão que no governo Roseana Sarney construiu elefantes brancos sem nenhuma funcionalidade e chamou de hospitais. Lula disse que o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão representa a duplicação do número de leitos ortopédicos oferecidos pelo estado em São Luís. Segundo ele, o aluguel de uma estrutura existente é uma solução mais barata e rápida que a construção de um novo imóvel.
O Hospital de Traumatologia e Ortopedia deve ser entregue à população ainda neste semestre para suprir uma demanda histórica nessa área da saúde. Afirmando que o valor da reforma será descontado do aluguel, conforme previsto em lei, Carlos Lula lamenta que a oposição não queira o HTO no Maranhão.

O governador Flávio Dino também reagiu ao festival de mentiras da oposição sarneisista. Disse que quando assumiu o governo sobravam apenas R$ 24 milhões nos cofres do Estado e contas atrasadas que chegavam a R$ 800 milhões. “Um caos, mas sobrevivemos”, acrescentou. Flávio Dino entende que os herdeiros da oligarquia ficam tristes porque todos os seus prognósticos e pragas não se confirmam. “Tem obra em todo canto, tem obra em todo lugar. E estamos ampliando serviços públicos. Como a oligarquia nunca fez”, orgulha-se. E finaliza dizendo que essa oposição oligárquica presta um grande desserviço ao tentar sabotar o Maranhão com série interminável de inverdades e deturpações.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

MPMA requer indisponibilidade de bens de ex-prefeita e mais oito réus



A Promotoria de Justiça da Comarca de Bom Jardim pediu, em 4 de agosto, em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa (ACP), a indisponibilidade dos bens, até o limite no valor atualizado de R$ 5,69 milhões, de nove réus, incluindo a ex-prefeita Lidiane Leite e o ex-secretário de Articulação Política, Humberto Dantas dos Santos (conhecido como Beto Rocha).
O objetivo é garantir o ressarcimento dos prejuízos causados por ilegalidades verificadas pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) e pela auditoria interna do Município, nos pregões presenciais de nºs 037/2013 e 01/2015, realizados nos anos de 2013 e 2015 para aquisição de merenda escolar.
Figuram na lista de réus, ainda, os empresários Lindoracy Bezerra Costa e Jonas da Silva Araújo; as empresas Lindoracy Bezerra Costa – ME e J da S Araújo Comércio – ME; o ex-pregoeiro municipal Marcos Fae Ferreira França e o fazendeiro José Raimundo dos Santos.
“Beto Rocha montou um grande esquema para fraudar licitações, utilizando-se do cargo e da anuência de Lidiane Leite para desviar recursos. Com os valores, ele adquiria grande quantidade de gado, que era revendida a empresas regulares. Após isso, ele fazia a ‘lavagem’ do dinheiro obtido com recursos ilícitos”, explica o autor da ação, o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira.
IRREGULARIDADES
A candidatura de Lidiane Leite à Prefeitura de Bom Jardim foi lançada por Beto Rocha, marido dela à época. No início do mandato, a ex-prefeita nomeou o marido para o cargo de secretário de Articulação Política e Rocha passou a agir como prefeito.

O MPMA apurou que foi criada uma Comissão Permanente de Licitação (CPL), que durou somente cinco meses porque os componentes não aceitaram desrespeitar a legislação.
Em junho de 2013, a comissão foi destituída e foram nomeados novos integrantes. Uma das integrantes foi obrigada por Marco Fae França, a assinar documentos com datas retroativas, incluindo aqueles referentes ao pregão presencial nº 037/2013.
PREGÃO PRESENCIAL Nº 037/2013
No pregão presencial nº 037/2013, foram verificadas irregularidades como ausência de documentos, falta de comprovação de aptidão técnica da empresa e a inexistência de pesquisa prévia de preços.

O pregão resultou no contrato, no valor de R$ 670.476,40, firmado em abril de 2013, com a empresa Lindoracy Bezerra Costa – ME. Porém, a data dos outros documentos referentes ao procedimento licitatório é de outubro de 2013.
A proprietária da empresa é esposa do fazendeiro José Raimundo dos Santos, tio de Humberto Dantas, o que deveria motivar a desclassificação da Lindoracy Bezerra Costa – ME do pregão.
Apesar do contrato, a falta de merenda nas escolas nos povoados de Bom Jardim perdurou do ano de 2013 até junho de 2014.
Após o pregão presencial nº 037/2013, outro pregão foi realizado, resultando na assinatura de um contrato de R$ 1.094.662,80 com a empresa J da S Araújo Comércio – ME, que recebeu R$ 700.901,67 dos cofres municipais.
“A merenda escolar não foi fornecida nos anos de 2013 e 2015 e, mesmo assim, Beto Rocha e Lidiane Leite transferiram recursos financeiros do Município para as empresas Lindoracy Bezerra Costa – ME e J da S Araújo Comércio – ME”, esclarece o representante do MPMA.
PEDIDOS
Além da indisponibilidade dos bens, o Ministério Público pede a condenação dos réus por improbidade administrativa. As punições incluem a perda de eventuais funções públicas, o ressarcimento integral do dano (R$ 1,43 milhões) e a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos.

Outras penas são o pagamento de multa civil até o dobro do dano (R$ 2,86 milhões) e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.
O MPMA pede, ainda, a condenação da ex-prefeita ao pagamento de multa de R$ 1,4 milhões, o que corresponde a cem vezes o valor de sua remuneração à época.

(MPMA)

UFMA abre inscrições para seletivo de vagas técnico-administrativas



Estão abertas a partir de hoje (14), as inscrições para concurso público que selecionará pessoal técnico-administrativo em Educação para a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Interessados podem se inscrever exclusivamente pela internet, até o dia 8 de setembro. Será necessário realizar o pagamento da inscrição, que varia entre R$ 45, R$60 e R$ 100, a depender do cargo para qual o candidato optar concorrer.
O seletivo será constituído de provas objetivas, eliminatórias e classificatórias. A previsão para aplicação das provas é de 29 de outubro de 2017, no horário das 9h às 13h, exclusivamente em São Luís. As provas constarão, em cada cargo, de 50 questões de múltipla escolha, sendo 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Legislação e 30 questões de Conhecimentos Específicos.

Estão abertas 40 vagas para nível superior e médio, distribuídas nos campi de São Luís, Bacabal, Chapadinha, Codó, Imperatriz, Pinheiro e Balsas. Mais informações podem ser consultadas no edital do concurso.

Museu do Reggae do Maranhão será referência internacional



Atualmente em fase de implantação, o Museu do Reggae Maranhão será o segundo do gênero no mundo e será referência internacional. O secretário de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino, e o diretor do Museu do Reggae Maranhão, Ademar Danilo, estão na Jamaica para estreitar os laços turísticos e culturais entre as duas nações.
Durante a visita à Jamaica, os gestores da Sectur já conheceram o Museu Bob Marley, o Museu de Músca da Jamaica, se reuniram com representantes do Ministério da Cultura da Jamaica e com estudiosos e pesquisadores do tema, entre eles o famoso regueiro Jimmy Cliff e Obo Copper, que é professor de música, músico, perito em reggae e representante do setor cultural da Embaixada do Brasil na Jamaica.
Na reunião no Ministério de Cultura Jamaicano, os gestores da Sectur apresentaram os projetos do Museu do Reggae Maranhão e da Quinta do Reggae, encantando ou ouvintes. O objetivo das visitas e reuniões é gerar conteúdos que enriqueçam o Museu do Reggae Maranhão, com inauguração prevista para o segundo semestre desse ano, na Rua da Estrela, no Centro Histórico de São Luís. “Essa aproximação é muito importante para criarmos uma rota turística do reggae, que passe pela Jamaica e pelo Maranhão”, opinou o secretário da Sectur, Diego Galdino
O Museu do Reggae Maranhão atuará na preservação e disseminação da cultura regueira, que tem forte raiz no Maranhão, principalmente em São Luís. O Museu do Reggae oferecerá ambiente com recursos tecnológicos, linha do tempo, recursos audiovisuais, história das radiolas, objetos característicos do reggae desde os antigos até os mais modernos e um espaço exclusivo para homenagear Bob Marley.
Além do apelo cultural, o museu também terá uma forte atuação na atração de turistas. “São Luís é conhecida internacionalmente como Jamaica Brasileira. Turistas do mundo inteiro buscam referências sobre o tema na nossa cidade e agora teremos um espaço adequado para essa finalidade. É um pleito muito antigo que agora está sendo atendido pelo governador Flávio Dino”, continuou o secretário.

Pesquisador deste estilo musical e diretor e curador do Museu do Reggae Maranhão, Ademar Danilo comemora a iniciativa. “O reggae já merecia essa atenção há muito tempo. É um estilo musical que transmite boas mensagens e nunca tinha sido tão prestigiado pelo poder público. Todos os regueiros estão muito felizes”, declarou.

Jovem postou homenagem ao pai minutos antes dela e da mãe serem mortas por ele

Agente penitenciário atirou na mulher, de 46 anos, na filha, de 18, e depois na própria cabeça. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital em Guaraci (SP).


Minutos antes de ser morta a tiros pelo pai em Guaraci (SP), na tarde deste domingo (13), a jovem Anna Victoria Corrêa, de 18 anos, havia feito uma homenagem para ele em alusão ao Dia dos Pais em uma rede social. Na postagem, Anna Victoria Corrêa, de 18 anos, escreveu: "Feliz Dia dos Pais, meu negão".
Segundo informações da polícia, o agente penitenciário Ronaldo da Silva Corrêa, de 49 anos, que já foi vereador na cidade entre 1997 e 2000, atirou na mulher, Rosicleia da Silva, de 46 anos, na filha e na própria cabeça. Mãe e filha morreram no local e ele foi levado ainda com vida à Santa Casa de Barretos, mas morreu à noite.
Um outro filho do casal, um menino de 5 anos, teria presenciado o crime e conseguiu correr para pedir ajuda. Ele foi acolhido por vizinhos, não se feriu e deve ficar com parentes até a Justiça decidir de quem será a guarda dele.
O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Barretos. Os corpos da mãe e da filha serão velados em Guaraci, nesta segunda-feira (14).
O crime chocou os moradores da cidade de quase 10 mil habitantes. Uma das vizinhas, Luciama Bastres, comenta que o agente era educado e a mulher muito brincalhona e alegre. "A gente está muito chocado", diz.
A polícia investiga o caso e ainda não sabe informar o que teria motivado o crime.

Carreta tomba e motorista morre na BR- 230


Por volta das 14h de domingo (13), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada para atender um acidente no Km 569 da BR 230, próximo da cidade de Carolina, a 860 km de São Luís, e ao chegar ao local foi constatado um tombamento de um veículo com placas MXB-8658, juntamente com seu semirreboque com placas MWU-8553.
De acordo com os policiais da PRF, o veículo era conduzido por um homem identificado como Waldonez de Souza Matos e seguia no sentido decrescente da via, no sentido do município de Carolina para Balsas.
Antes do tombamento, o veículo desceu para o acostamento adjacente e depois foi para a contramão vindo a tombar nas margens da pista oposta. Conforme marcas de frenagem na BR. O condutor teve lesões na cabeça, ficou preso nas ferragens e morreu no local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez a retirada do corpo do motorista morto no acidente.

Nenhum homicídio na área Itaqui-Bacanga desde o final de junho; um único assalto a ônibus em 60 dias



Desde o fim do mês de junho não são registrados homicídios na Área Itaqui-Bacanga, que ganhou recentemente reforços na segurança. Os assaltos a ônibus na região, que fica na capital, também foram freados, tendo havido apenas uma ocorrência nos últimos 60 dias.
O balanço é resultado das ações de combate e prevenção dos crimes contra a vida, uma das principais frentes de atuação das forças de segurança do estado. Há pouco mais de dois meses, o Itaqui-Bacanga recebeu a transferência do 1º Batalhão da Polícia Militar atendendo um pedido dos moradores que vinha sendo ignorado havia décadas. E, nesta semana, a área ganhou um novo grande reforço, com a inauguração do Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga, reunindo diversas unidades da Polícia Militar e da Polícia Civil.
“Nós podemos comemorar hoje 42 dias sem homicídios nessa área. Tudo isso já pela presença das forças de segurança. Aqui é a inauguração, mas os colegas já estavam trabalhando, e houve a concretude daquilo que queremos. A redução da taxa de homicídios nessa área mostra o sucesso dessa determinação do governador em instalar unidades policiais aqui”, disse o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, durante a inauguração do Complexo Policial, na última quinta-feira (10).

Parceria

O complexo é fruto de parceria do Governo do Maranhão com a Vale e será responsável pelas ações de segurança e investigação em 53 bairros da região, garantindo que as forças de segurança se aproximem ainda mais dos moradores de uma das áreas mais populosas de São Luís.
Fazem parte do complexo o 1º BPM, três companhias de Polícia Militar, o Esquadrão Falcão, o Grupo Tático Móvel e a delegacia de Polícia Civil, além da Seccional da área Sul.
A parceria firmada entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e a Vale se deu por meio de doação de seis casas nas proximidades do terminal ferroviário de São Luís para a instalação dos novos endereços da Polícia Militar e da Polícia Civil. Em contrapartida, o Governo do Maranhão garantiu a instalação das novas unidades, reafirmando o compromisso de manter as forças de segurança mais presentes na região e aproximando as ações do poder público e privado.
“Isso mostra que com a presença do Estado, por meio dos órgãos de segurança, junto à comunidade, o resultado vem. Isso vai continuar, teremos a incorporação de mais homens, a aquisição de mais novas viaturas e a expansão do serviço público de segurança nessa área. Aqui é uma população que colabora, participa e faz a gente acertar”, acrescentou Portela.

Queda da criminalidade

A queda na criminalidade no Itaqui-Bacanga acompanha a melhora geral dos índices de segurança no Maranhão.
O número de homicídios na Grande São Luís caiu 34,3% entre janeiro e julho deste ano na comparação com o mesmo período de 2014. Nos primeiros sete meses de 2017, foram 330 casos registrados, contra 502 em igual período de 2014, representando 172 vidas salvas.
Além disso, o número de homicídios vem caindo ano a ano. Levando em conta o período entre janeiro e julho, em 2014 foram 502; em 2015, caíram para 447; em 2016, foram para 414; e em 2017, desceram para 330.

domingo, 13 de agosto de 2017

Artigo de Flávio Dino: Pais



Dentre todos os homens da época, Deus escolheu José como pai terreno de Cristo. Um homem sábio, que soube acolher e cuidar tanto de Maria quanto do Jesus menino, que cresceu em meio a seus instrumentos de ofício na marcenaria. É um exemplo que a Bíblia nos deixou sobre a atenção que os pais devem ter com os filhos, na construção de um futuro melhor.
Ser pai é uma missão divina, que deve ser exercida todos os dias, o tempo inteiro. Não importa se o filho já é adulto e mora longe, se é criança ou adolescente. Não importa nem se uma tragédia tenha levado, precocemente, o filho de volta ao Pai.  Somos pais sempre e para sempre.
Penso que cabe a quem governa não se perder no cipoal de burocracia, normas e contas. É preciso lembrar que cada decisão de Governo tem repercussões na vida de seres humanos, que são a parte mais importante da “contabilidade pública”. Por isso, a cada programa que criamos, sempre fico feliz quando posso olhar nos olhos dos destinatários das ações governamentais, pois aprendo sempre com tal atitude. Foi assim na última sexta-feira, quando tive a alegria de inaugurar a reforma da escola João Mohana, entre outras, e abraçar aqueles pais e mães tão especiais. Pais e mães que amam seus filhos incondicionalmente e com uma dedicação exemplar.
Penso que, em meio a tão graves dificuldades no Brasil, não podemos perder tempo e energia com mesquinharias ou atitudes destrutivas, de quem vive de reclamar e colocar defeito em tudo. Grande ensinamento daqueles pais e mães da escola João Mohana e de muitas outras escolas que temos inaugurado.
Com esse olhar humanista que marca nosso Governo, agimos sempre para fazer o máximo, para retribuir as pessoas pelo carinho e pelos ensinamentos. Um programa vitorioso como o Escola Digna evidentemente tem como foco as crianças e jovens, mas também seus pais. Quando inauguramos um restaurante popular, ampliados enormemente na nossa gestão, imaginamos a tranquilidade dos pais aos saberem que seus filhos têm o alimento do dia garantido. E o mesmo raciocínio vale para dezenas de outros Programas inovadores que mantemos. Nesse conjunto, faço menção especial à preocupação com a questão do trabalho.
Aqui no Maranhão estamos fazendo a nossa parte. Nosso estado teve o terceiro mês consecutivo com aumento no número de empregos formais, com saldo de 1.567 novas vagas. Foi o melhor resultado do Nordeste na criação de empregos e um dos maiores do país. Devemos esse resultado à coragem de continuar a fazer investimentos em programas como o Mais Asfalto, Mutirão Rua Digna, Mais Empresas e Mais Empregos, além de realizar concursos públicos, em uma época em que todos têm evitado novas despesas por conta da recessão nacional.
Vamos continuar esse caminho. Os obstáculos são gigantescos, basta ligar a TV e ver notícias de outros Estados para constatar isso. Mas não podemos perder a fé, o entusiasmo, a esperança. Refiro-me novamente aos pais e mães da Escola João Mohana. Em vez de ficarem reclamando de pequenos problemas, que sempre existirão, estavam com seus filhos, fazendo uma linda festa. Bela lição de vida, que muito agradeço, como pai, cidadão e governador.

Desejo que todos os pais tenham um dia abençoado e cheio de amor. Meu abraço especial aos pais que sentirão com tanta força a saudade, a presença da ausência, mas que continuam a amar. Sempre e para sempre.

sábado, 12 de agosto de 2017

Flávio Dino lança Mais Estágio para oportunizar experiência profissional e remunerada a estudantes



Estudantes do ensino médio da rede pública estadual de todo o Maranhão terão a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho com o programa Mais Estágio, lançado na tarde desta sexta-feira (11), pelo governador Flávio Dino, em solenidade realizada no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande. O programa oferece 500 vagas de estágio não obrigatório em empresas públicas, privadas e órgãos estaduais.
O Mais Estágio foi instituído pelo governador Flávio Dino via decreto, em março de 2017, para regularizar a oferta de estágio para alunos de ensino médio no Maranhão, que desde 2010 havia sido descontinuada pela justiça. O contrato de estágio tem duração inicial de um ano, podendo ser prorrogado por mais um. Nada impede as empresas de efetivarem os estagiários após esse período.
Em seu discurso, o governador Flávio Dino pontuou a importância do estágio para o amadurecimento pessoal e profissional e destacou que essa ação faz parte de um conjunto de ações de melhoria da educação no Maranhão. “E uma das iniciativas complementares a esse programa Escola Digna de melhoria da educação e dos espaços escolares é possibilitar outras atividades. Nós temos programas, por exemplo, de turismo cultural, social e escolares”, enfatizou.

De acordo com ele, o Mais Estágio é um programa de formação profissional e de geração de renda para os estudantes, para que eles possam se manter nas escolas, diminuir a evasão escolar e ter, também, experiência para o futuro. “Então nós temos a visão do espaço escolar e de atividades complementares que ajudam cada vez mais os nosso alunos, alunas, estudantes a serem mais preparados para a vida e para o mundo do trabalho”, completou Flávio Dino.
Já há vagas previstas em 25 municípios maranhenses e a meta é promover o programa em todo o estado. A mediação entre os estagiários e as empresas filiadas ao Mais Estágio é feita pelo instituto Euvaldo Lodi (IEL) e pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), parceiros do Governo na promoção do programa, que é coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e pela Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv).
Para o secretário da Seduc, Felipe Camarão, há sete anos os estudantes do ensino médio da rede pública estadual não tinham essa oportunidade, pois o programa estava parado e o Maranhão era o único estado da federação em que os estudantes do ensino médio da rede pública não podiam estagiar. “E no passado o estágio era desvirtuado e feito de emprego. Muitas vezes com os estudantes tendo desvio de função”, explicou.

Segundo o secretário, o governador Flávio Dino, então, editou o decreto e estabeleceu uma política de Estado, e não mais uma política de Governo. E em uma “franca conversa com Ministério Público do Trabalho nós restabelecemos o programa no Maranhão. Nós mudamos e inserimos no plano político-pedagógico das nossas escolas um estágio curricular e extra-curricular também para os estudantes e agora eles tem essa oportunidade”. Ainda conforme Camarão, o Mais Estágio não é um programa voltado apenas para a capital. “Já temos um comprometimento dos agentes de integração, de que essa meta será superada até o final do ano, e temos a grande expectativa de certamente atingirmos mais de mil vagas até o início de 2018”, afirmou o secretário.
Para a secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, o “programa Mais Estágio oportuniza aos estudantes novos horizontes, garantindo novas possibilidades no ensino e na profissionalização. Ele consegue demarcar nesse 11 de agosto, Dia do Estudante, uma grande pauta que representa grandes oportunidades para a juventude maranhense”, destacou.
Orgulho e emoção
Vitória Pires foi a primeira contratada no programa Mais Estágio, e atualmente está atuando no Banco do Brasil. A experiência tem sido tão boa que ela já pensa em voos mais altos. “O meu orientador me disse que também começou como estagiário.  E depois que ele terminou esse período ele passou em primeiro lugar no Banco e ficou. Então a minha ideia é seguir o exemplo dele”, contou.
A mãe de Vitória, Josélia dos Santos, era só orgulho e emoção com a conquista da filha. Convidada a subir ao palco pelo governador Flávio Dino, ela foi às lágrimas ao receber os parabéns pela conquista da filha. “Ela é muito esforçada em tudo que ela faz. Para mim é gratificante ver ela conseguindo as coisas. Porque na minha época não tinha tanta oportunidade. E agora ela está tendo essa oportunidade”, disse emocionada.
Como participar

Para participar, basta ser aluno regular de ensino médio em escolas da rede pública e particular do estado. Estudantes de escola pública, no entanto, têm preferência no preenchimento das vagas. Podem participar do programa estudantes a partir de 16 de anos. As vagas de estágio têm regime de trabalho de quatro a seis horas por dia, de segunda a sexta-feira. A média de remuneração mensal é de um salário mínimo, mas algumas empresas chegam a pagar até R$ 1.500. Para mais informações acesse o site:www.educacao.ma.gov.br.

Polícia apreende adolescente envolvido em assassinato de crianças de Bacabeira



A Polícia Civil apreendeu um adolescente envolvido no assassinato de duas crianças, Roberto da Luz dos Santos e Erisvan da Silva Costa, de 11 e 12 anos, moradoras da Vila Samara, região da Estiva, em São Luís.
De acordo com o delegado Ednaldo Santos, o adolescente foi levado até a delegacia pelo próprio pai e o advogado da família, que temem a retaliação de familiares das vítimas pela participação do menor no crime.
RELEMBRE
O caso aconteceu no início deste mês. No dia 4 de agosto, as duas crianças foram encontradas mortas em uma cova rasa em Campo de Periz, despertando a revolta de moradores das proximidades.
Os meninos estavam desaparecidos havia alguns dias, depois que saíram para pescar em um açude, junto a um adolescente de 15 anos e um jovem de 18, quando foram achados por populares.
Segundo a polícia, as duas crianças foram mortas por furtarem porcos da fazenda de Antônio Coelho Machado, conhecido como Antônio Baixinho.
No dia do crime, os assassinos também feriram gravemente o adolescente e o jovem que foram pescar com as crianças, com tiros e facadas.      
ADOLESCENTE APREENDIDO
O adolescente apresentado à Polícia Civil ontem afirmou que ajudou os dois autores do crime a capturarem os meninos, de moto.
Junto a outro participante do assassinato, o menor ficou vigiando as duas crianças, enquanto Antônio Baixinho atacava os dois rapazes que acompanhavam as crianças na pesca no açude, com facões e tiros.
O adolescente e o jovem só sobreviveram porque se fingiram de mortos.
Ainda de acordo com o depoimento do adolescente apreendido, logo após atacar os jovens, e achar que tinha conseguido assassiná-los, Antônio Baixinho voltou-se para as duas crianças, que aguardavam, apavoradas, para serem executadas. Após levá-las para uma área de mangue, Antônio, junto ao neto, identificado como ‘Xarope’, atirou contra elas.
Neste momento, o adolescente, que esperava na estrada, ouviu os tiros e constatou que os dois meninos estavam mortos. Pouco depois, Antônio Baixinho e Xarope retornaram para a estrada, sujos de sangue. Em seguida, foram tomar banho em um açude e depois foram embora.
“A participação do adolescente foi para vigiar e evitar que os meninos assassinados conseguissem fugir”, explicou o delegado Ednaldo Santos. O adolescente será encaminhado ao Instituto Canaã, em São Luís.
Dos seis autores, três já foram detidos pela Polícia.
“É questão de tempo localizarmos os outros envolvidos”, garantiu o delegado.
(Com Informações MA 10)

Passageiro de ônibus surta e provoca acidente na BR-135


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu no início da madrugada deste sábado (12) um acidente ocorrido no km 180 da BR-135, próximo ao município de São Mateus do Maranhão, a 180 km de São Luís.
Segundo informações dos policiais da PRF, por volta de 01h30 um passageiro de um ônibus, que faz a linha para a cidade de São Luís para São João dos Patos, no sudeste do estado do Maranhão, teve um surto e agrediu o condutor do veículo, que perdeu o controle da direção e saiu de pista.
Ainda de acordo com a PRF durante o acidente, 11 passageiros ficaram feridos, sendo um em estado grave. Apesar do susto ninguém morreu.
O passageiro agressor, que não teve a sua identidade revelada, foi detido e conduzido pela equipe PRF para a delegacia de Polícia Civil em Bacabal, a 240 km de São Luís, onde ficará à disposição da Justiça.

G1 MA

Sarneisismo e banditismo político

JM Cunha Santos


Há notícias que, por afinidade ideológica, ressuscitam outras notícias às vezes tão graves e criminosas que perdem o direito de morrer. A recente confirmação de que o governo Roseana Sarney, usando a Polícia Militar como guarda pretoriana de interesses eleitorais, tentou armar uma arapuca contra o então candidato a governador Flávio Dino, em 2014, postando em via pública uma blitz policial exclusiva para o carro do irmão Saulo Dino, é uma dessas notícias.
Ela ressuscita o famoso “Caso Reis Pacheco”, no qual o então candidato Epitácio Cafeteira foi acusado pela mídia sarnesista de mandar matar o caseiro que seria encontrado vivo às vésperas da eleição pelo deputado Juarez Medeiros, repousando numa chácara às expensas dos mesmos Sarneys, mas já sem tempo para que se denunciasse a grande armação. E Cafeteira, com a pecha fabricada de assassino, acabaria sendo derrotado naquela eleição por Roseana Sarney.
O diário político conta também uma história ainda mais escabrosa: a de que foi armado um flagrante forjado por posse de drogas contra uma filha de Cafeteira, armação que só não vingou porque um militar, ajudante de ordens de Cafeteira, soube de tudo e botou a boca no trombone, fazendo cessar a operação em curso.
No caso de Saulo Dino, um inquérito militar veio confirmar, três anos depois, que a blitz foi montada exclusivamente para capturar sua Hilux e, assim, inviabilizar a vitória do irmão hoje governador. Talvez que também com a intenção de forjar um flagrante e provocar um escândalo capaz de implodir a candidatura de Flávio Dino. Mas não deu certo como deu no Caso Reis Pacheco. Neste, os eleitores foram às urnas com Cafeteira sob suspeita de mandar matar quem ainda estava vivo, versão que a mídia sarneisista repetiu sem dó nem piedade e com grande profusão de norte a sul do Estado.
Vê-se logo que na luta pelo poder o grupo Sarney não guarda quaisquer escrúpulos, não tem limites, é capaz de todo ato de banditismo político. E isso impõe a reflexão de que o governador Flávio Dino, com a popularidade sempre em alta e candidato à reeleição, deve tomar todos os cuidados contra as armações possíveis, inclusive para resguardar seus familiares de surpresas desagradáveis. Principalmente porque enfrenta hoje a gente mais notável no noticiário policial, acusada pelo país afora de toda sorte de crime de corrupção.
Lembre-se, pois, que foi o banditismo político que cassou Jackson Lago, na esteira de uma perigosa armação judicial que entrou como crime para a história; lembre-se que José Sarney é apontado, hoje, como principal aliado de Michel Temer, este considerado pelo Ministério Público como chefe do banditismo político que está degradando as instituições públicas do país. Trata-se de uma gente acostumada a alianças criminosas de toda ordem e que não atende a qualquer conceito moral quando o assunto é dinheiro e poder.

E Roseana ameaça ser candidata mais uma vez...