Banner

Banner

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Confira o que abre e o que fecha durante o Carnaval 2017 em São Luís



Devido as comemorações de Carnaval, bancos, repartições públicas, shoppings e o comércio terão horários diferenciados no atendimento à população em São Luís, capital maranhense. Os bancos ficarão dois dias sem funcionar conforme recomendação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Já os supermercados funcionarão normalmente.
Bancos
As agências bancárias de São Luís não vão funcionar nos dias 27 e 28 de fevereiro. O atendimento ao público retorna na quarta-feira de Cinzas (29), a partir de 12h. Os boletos bancários com a data de vencimento nos dias 27 a 28 de fevereiro podem ser pagos na quarta-feira sem cobrança de juros. Os caixas eletrônicos irão funcionar normalmente.
A população pode utilizar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas. Além disso, os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico do banco. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado).
Repartições públicas
A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Administração (Semad), baixou uma portaria que faculta o ponto nas Repartições Públicas Municipais nos dias 28 e 29 de fevereiro, em virtude do Carnaval. O expediente voltará ao normal no dia 1º, a partir das 12h.
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), informou que não haverá expediente nas repartições públicas estaduais nos dias 27, 28 e 1º de março, respectivamente, segunda, terça-feira de Carnaval e Quarta-feira de Cinzas. Os órgãos do Estado voltarão a funcionar normalmente na quinta-feira (2).
Mesmo com o decreto é mantido o funcionamento dos mercados, feiras, limpeza pública e de saúde no Pronto Socorro, Hospital Municipal, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Centros de Saúde 24 horas.
Comércio
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão, informou que o comércio na capital maranhense funcionará até às 14h do sábado de Carnaval, reabrindo somente na quarta-feira de cinzas a partir das 13h. As empresas do comércio situadas nos Shopping Centers poderão funcionar até às 22 horas do sábado, reabrindo também na quarta-feira de cinzas a partir das 14 horas.
Desta forma, os estabelecimentos comerciais de São Luís deverão permanecer de portas fechadas no domingo, segunda e terça-feira, exceto os supermercados que possuem um acordo diferenciado.
Supermercados
A Convenção Coletiva que abrange os supermercados, assinada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de São Luís (Sincovaga) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de São Luís, define que esse tipo de estabelecimento poderá funcionar normalmente durante todos os dias do período carnavalesco, exceto na quarta-feira de cinzas em que as lojas abrirão somente a partir das 13h.
Shoppings
As lojas dos shoppings vão fechar no domingo, segunda e terça-feira, com exceção das Lojas Americanas do Rio Anil Shopping. Os cinemas e a praça de alimentação vão funcionar normalmente em todos os shoppings da capital. Os supermercados dos shoppings funcionam no domingo de 10h às 14h e no demais dias das 10h às 22h.

(Do G1)

Acusado de matar menina de 7 anos em GO é morto por PMs durante confronto


O vendedor ambulante Luís Carlos Costa Gonçalves, de 35 anos, acusado de matar a menina Ana Clara Pires Camargo, de 7 anos, foi morto durante troca de tiros com policiais militares, no Setor Lorena Parque, em Goiânia, na tarde desta quarta-feira, 22. O corpo da criança foi encontrado em Santo Antônio de Goiás, na região metropolitana.
Segundo informações do policial civil de Goiás Alison de Souza, que acompanha o caso, o criminoso reagiu à abordagem policial. "Ele estava armado e morreu após confronto com PMs", declarou.
O corpo do criminoso foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da região. 
Desaparecimento de meninaGonçalves estava foragido. De acordo com a polícia, ele foi o responsável pelo desaparecimento e pela morte de Ana Clara.
O rapaz já foi vizinho da família da menina e não tinha passagem pela polícia de Goiás. Atualmente, ele morava em um bairro próximo e trabalhava revendendo blocos de notas para comerciantes do Setor Campinas, no Setor Norte Ferroviário.
De acordo com a polícia, a família informou o desaparecimento da menina na última sexta-feira. Ana Clara tinha saído para comprar um refrigerante e foi vista conversando com alguém em um veículo. Em seguida, retornou para casa. Saiu novamente para entregar dinheiro a uma vizinha e sumiu quando voltava para casa.

“A distância entre o local do sequestro e a casa da menina é muito curto. Tudo indica que ela apenas atravessou um terreno baldio. Na perícia realizada na casa da criança não foram encontrados vestígios do crime”, disse Souza.
(Estadão)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Professores recebem primeiro aumento salarial do ano nesta sexta (24)



Na contramão dos demais estados brasileiros e mesmo com a crise econômica que assola o país, o Governo do Maranhão concedeu recomposição salarial de 8% sobre a remuneração de todos os educadores do Subgrupo do Magistério da Educação Básica, em todas as referências da carreira. A primeira etapa do benefício será paga já nesta sexta-feira (24), junto com pagamento dos servidores públicos estaduais, e a segunda parcela no mês de maio.
Hoje o Maranhão paga a segunda maior remuneração do País para professor de 40 horas, com licenciatura plena. A partir de maio, será o primeiro da lista entre os estados brasileiros, com o maior salário docente da federação – R$ 5.384,26 pagos ao professor em início de carreira, ultrapassando o Distrito Federal. O impacto financeiro será de R$ 132 milhões/ano na folha de pagamento.
Em 25 meses de gestão, o Governador Flávio Dino concedeu o equivalente a 22,05% de reajuste aos professores da Rede Estadual de Ensino, percentual superior à inflação do período que foi de 16,96%.
“O governador Flávio Dino, desde os primeiros dias da gestão, vem empreendendo todos os esforços para valorizar os profissionais da educação. São medidas que vão desde melhorias nas condições físicas dos espaços escolares e atendimento de demandas históricas da categoria, como concurso público, ampliação de jornada e unificação de matrículas, progressões na carreira, eleição direta para gestores escolares, entre outras, que são resultados do compromisso deste governo com os educadores e educadores”, realçou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.
Mais benefícios
O Governo do Estado também concedeu, somente neste ano, a progressão na carreira de mais de mil professores e especialistas em Educação, retroagindo a 1º de janeiro de 2017.  Terão progressão os professores Classe/Cargo I (nível médio), e Professor II e Especialista em Educação I (também nível médio). Até o momento, já somam 17 mil educadores beneficiados com progressões funcionais, promoções, titulações e estímulos, em 25 meses de gestão. Neste ano, o Governo fará, ainda, a progressão na carreira de outros 5 mil docentes.
Os professores contratados também terão seus salários reajustados, com efeito retroativo a 1º de janeiro. Além disso, logo que assumiu, o governador Flávio Dino reajustou em 15% na remuneração dos professores contratados. A remuneração que, atualmente é de R$ 1.092,50, para 20 horas semanais, aumentará para R$ 1.149,40 em fevereiro e no mês de setembro, esses profissionais passarão a receber R$ 1.179,90 mensais.
Ampliação de jornada e unificação de matrícula
Governo realizou ano passado, de forma inédita, concurso interno para ampliação da jornada de professores de 20h para 40h, com salário proporcional, e também concurso interno para unificação de matrículas de professores, beneficiando, ao todo, 1.200 professores da rede. Neste ano de 2017 haverá novos concursos internos para a unificação de matrículas e ampliação de jornada.
(Box: Tabela salarial)
A recomposição salarial beneficia todas as carreiras do magistério do ensino básico e professores contratados.

Professor/hora
Remuneração atual
Com o reajuste
Professor III
20h (inicial)
R$ 2.492,72
R$ 2.692,13

Professor III
20h
R$ 2.885,64
R$ 3.116,49
Professor III
40h (inicial)
R$ 4.985,44
R$ 5.384,26
Professor III
40h
(final de carreira)
R$ 6.681,00

R$ 7.215,48
Professor Contratado
R$1.092,50
R$1.179,00

Menina desaparecida em Goiânia é encontrada morta em mata

Criança de 7 anos desapareceu na última sexta-feira (17), em Goiânia.
Força-tarefa fazia buscas pela garota; suspeito do crime é procurado.
Do G1


Equipes que integram uma força-tarefa encontraram por volta das 9h desta quarta-feira (22) o corpo da menina Ana Clara Pires Camargo, de 7 anos, que estava desaparecida há 5 dias, em uma área de mata na GO-462, em Santo Antônio de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito pelo crime já foi identificado e é procurado. As causas da morte da menina ainda não foram divulgadas.
Ana Clara desapareceu no início da tarde da última sexta-feira (17), no Residencial Antônio de Carlos Pires, na capital. Segundo familiares, ela saiu para comprar um refrigerante, foi vista conversando com alguém em um carro prata, voltou para casa e almoçou. Em seguida, saiu mais uma vez para entregar um dinheiro a uma vizinha. De acordo com a polícia, a menina esteve no local, mas não deixou o dinheiro. Ela desapareceu quando retornava para casa.
O corpo foi retirado do local às 12h30, após perícia da Polícia Técnico-Científica na área, e  encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. No local, os policiais também acharam um VW Gol prata, que pode ser do suspeito do crime.
A perícia no veículo, que durou cerca de uma hora, encontrou um pacote contendo um composto químico ácido, não especificado, e um vidro de álcool.
A região fica a cerca de 10 quilômetros da casa de Ana Clara. A polícia destacou que as buscas foram complexas, já que a área é cercada por chácaras e fazendas.
De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o vendedor ambulante e vizinho da família de Ana Clara, Luiz Carlos Costa Gonçalves.  Policiais do serviço de inteligência das polícias Militar e Civil procuram o homem.

Desde o sumiço de Ana Clara, a força-tarefa, que reúne as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, fazia buscas pela criança na região em que ela morava.

Na terça-feira (21), uma mulher, que não quis ser identificada, acionou a Polícia Civil após ouvir uma criança gritando por socorro em uma chácara de Goiânia. Ao receber a denúncia, a corporação foi até o local indicado verificar se os chamados eram da garota Ana Clara, mas ela não foi achada.
As buscas continuaram e o delegado Valdemir Pereira da Silva, titular da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), responsável pelo caso, confirmou que o corpo dela foi achado nesta manhã.
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) informou que a o corpo da vítima foi localizado”em uma mata marginal à rodovia GO-462, próximo à Embrapa, após análise de informações que foram coletadas pelas polícias Civil e Militar”.
Revolta
Depois que receberam a notícia sobre a localização do corpo de Ana Clara, vizinhos da família se reuniram na frente da casa da família. Revoltados, eles pediam punição para o responsável pelo crime.
Desaparecimento
Ana Clara sumiu após ir até a casa da vizinha, Cláudia Helena do Nascimento. A mulher, que foi uma das últimas a ver a criança, disse que a garota ficou poucos minutos na casa dela e ressaltou que ainda não acredita no que aconteceu.

Sarney na Lava Jato: ex-senador escapa das mãos de Sérgio Moro e cai nas mãos de Edson Fachin, ministro que abriu inquérito contra ele, Jucá e Renan



A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal decidiu na tarde desta 3ª feira (21.fev.2017) retirar do juiz federal Sérgio Moro as investigações contra o ex-presidente José Sarney (PMDB), relativas à delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Agora, Sarney será investigado somente no âmbito do STF.
Já existia em Curitiba 1 inquérito instaurado para investigar os supostos crimes mencionados por Machado.
O relator da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, era contra o pedido de Sarney, mas acabou vencido. Votaram a favor do pedido do ex-presidente todos os outros ministros da 2ª Turma: Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Gilmar Mendes.
A maioria dos ministros entendeu que o caso deve ficar no STF. Mesmo que Sarney não possua foro privilegiado, o caso dele está ligado ao de outros políticos investigados que possuem a prerrogativa, como os senadores Romero Jucá (PMDB-RO) e Renan Calheiros (PMDB-AL).
“Como fazer uma investigação em Curitiba que não vai atingir os outros investigados que têm prerrogativa de foro de função? Estão imbricados, a meu ver”, disse o ministro Dias Toffoli ao discordar de Fachin.
“Se de 5 investigados, 4 têm foro, como o juiz de 1a instância vai investigar 1 sem macular a competência do STF em relação aos demais? Não vejo como”, continuou Toffoli.
Sarney é representado no caso pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Ele questiona decisão anterior do STF (que enviou parte da delação de Machado para Sérgio Moro) e diz que não há ligação entre os fatos mencionados pelo ex-presidente da Transpetro e as apurações da Lava Jato.
“Como visto, não há qualquer elemento a sugerir que a eventual prova das infrações ocorridas no âmbito da Transpetro esteja objetivamente entrelaçada com as infrações investigadas no âmbito da Operação Lava Jato“, escreve Kakay.

A decisão, entretanto, joga Sarney no centro das investigações da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal e na dependência das decisões do ministro relator Edson Fachin, que determinou a abertura de inquérito contra Sarney, Romero Jucá e Renan Calheiros por obstrução da Justiça. Edson Fachin também autorizou a Operação Leviatã, da Polícia Federal, que apreendeu 1.200 quadros em endereços de Márcio Lobão, filho do senador maranhense Edson Lobão. E votou pela manutenção do processo contra Sarney em Curitiba.
A exemplo de Sérgio Moro, Edson Fachin, em seus primeiros dias à frente da relatoria da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, passa a impressão de que também é um implacável caçador de corruptos no Brasil. Em outras palavras, se correr o bicho pega; se ficar o bicho come.

(Com informações do Poder 360)

Corrupção na Secretaria da Fazenda: Secretários de Roseana Sarney vão ter que viver só de salários

Se condenados, os 10 acusados pelo Ministério Público, incluindo Roseana Sarney, terão que devolver, juntos, mais de 1 bilhão e 700 milhões de reais aos cofres do Estado.


Em decisão unânime, nesta terça-feira, 21, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão rejeitou recursos das defesas dos ex-secretários de estado da Fazenda, Cláudio Trinchão e Akio Wakiyama, em ação na qual são acusados pelo Ministério Público Estadual por atos de improbidade administrativa, e manteve parcialmente decisão monocrática do desembargador Marcelo Carvalho, proferida em Agravo Instrumento no qual pretendiam reformar as determinações impostas pela 1ª Vara da Fazenda Pública. A posição do MPMA foi defendida em sustentação oral do procurador de justiça Eduardo Daniel Pereira Filho.
Na sessão, os desembargadores Marcelo Carvalho e Ângela Salazar acompanharam o voto-vista do desembargador Antônio Guerreiro Júnior, mantendo a quebra dos sigilos fiscal e bancário e a decretação de indisponibilidade dos bens dos processados. Neste quesito, a 2ª Câmara Cível acatou o pedido da defesa para autorizar o desbloqueio dos bens apenas nos valores referentes aos salários, os quais não podem ser penhorados, conforme o Código de Processo Civil.
Para isto, os acusados deverão comprovar, documentalmente, no juízo de 1º grau, as verbas provenientes de seus vencimentos salariais.
O julgamento desta terça-feira deu-se em Agravos Internos interpostos pelos acusados contra decisão do desembargador Marcelo Carvalho no Agravo de Instrumento em que os ex-gestores da Fazenda estadual buscavam anular a decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública. O desembargador negara todos os pedidos.
No recurso, Cláudio Trinchão e Akio Wakiyama argumentaram, ainda, que o julgamento monocrático ofenderia o Código de Processo Civil (art. 932) e que o desembargador Marcelo Carvalho não teria, quando da apreciação do Agravo de Instrumento, fundamentado sua decisão, nem se manifestado sobre a principal tese da defesa: que os benefícios fiscais foram concedidos com base em lei estadual.
Os ex-secretários alegaram, também, que a ação do Ministério Público não descreve de forma individualizada as condutas atribuídas a cada um dos acusados.
ENTENDA O CASO
No dia 31 de outubro de 2016, a 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica ingressou com uma Ação Civil Pública por atos de improbidade administrativa contra 10 pessoas envolvidas em um esquema de concessão ilegal de isenções fiscais na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). O esquema causou prejuízo superior a R$ 400 milhões ao erário.
As investigações do Ministério Público do Maranhão, a partir de auditorias realizadas pelas Secretarias de Estado de Transparência e Controle e da Fazenda, apontaram irregularidades como compensações tributárias ilegais, implantação de filtro no sistema da Sefaz, garantindo a realização dessas operações tributárias ilegais e reativação de parcelamento de débitos de empresas que nunca pagavam as parcelas devidas.
Também foram identificadas a exclusão indevida dos autos de infração de empresas do banco de dados, além da contratação irregular de empresa especializada na prestação de serviços de tecnologia da informação, com a finalidade de garantir a continuidade das práticas delituosas.
Foram alvos da ação o ex-secretário de Estado da Fazenda, Cláudio José Trinchão Santos; o ex-secretário de Estado da Fazenda e ex-secretário-adjunto da Administração Tributária, Akio Valente Wakiyama; o ex-diretor da Célula de Gestão da Ação Fiscal da Sefaz, Raimundo José Rodrigues do Nascimento; o analista de sistemas Edimilson Santos Ahid Neto; o advogado Jorge Arturo Mendoza Reque Júnior; Euda Maria Lacerda; a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney Murad; os ex-procuradores gerais do Estado, Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo e Helena Maria Cavalcanti Haickel; e o ex-procurador adjunto do Estado do Maranhão, Ricardo Gama Pestana.
PENALIDADES
Na ação, o Ministério Público pediu a condenação de todos os envolvidos por improbidade administrativa, estando sujeitos à perda da função pública eventualmente exercida, suspensão dos direitos políticos por oito anos, pagamento de multa de duas vezes o valor dos danos causados ou 100 vezes a remuneração recebida à época, proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do Poder Público, mesmo que por meio de empresa da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo de cinco anos, além do ressarcimento integral dos danos.
No caso de Cláudio José Trinchão Santos, o valor a ser ressarcido é de R$ 180.394.850,97. Para Akio Valente Wakiyama, o Ministério Público cobra o ressarcimento de R$ 181.006.405,31. No caso de Raimundo José Rodrigues do Nascimento o total é de R$ 221.601,86, enquanto de Edimilson Santos Ahid Neto cobra-se a devolução de R$ 303.612.275,55.
De acordo com o pedido do Ministério Público, Jorge Arturo Mendoza Roque Júnior e Euda Maria Lacerda deverão ressarcir, cada um, ao Estado, R$ 245.599.610,97. Da ex-governadora Roseana Sarney Murad foi pedida a condenação ao ressarcimento de R$ 158.174.871,97.
Helena Maria Cavalcanti Haickel e Ricardo Gama Pestana deverão retornar ao erário, individualmente, R$ 153.905.456,57, enquanto Marcos Coutinho Passos Lobo teve apurada a quantia de R$ 42.684.154,40 a ser devolvida aos cofres públicos. Todos os valores deverão ser acrescidos dos devidos juros e correções monetárias.


Fonte: Assessoria de Comunicação do MPE

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Prefeito Edivaldo vistoria nova etapa das obras do Hospital da Criança



Na manhã desta terça-feira (21), o prefeito Edivaldo vistoriou a nova etapa das obras de ampliação do Hospital Municipal Odorico Amaral de Matos (Hospital da Criança), no bairro Alemanha. Os serviços estão na etapa de colocação de piso. Acompanhado do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, o gestor municipal conversou com a equipe de engenheiros da empresa responsável pela obra. A construção do novo Hospital da Criança é uma parceria celebrada entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. 
"Com essa obra realizada em parceria com o governador Flávio Dino, vamos atualizar a estrutura do Hospital da Criança, que remete à década de 90. Vamos duplicar o atendimento à demanda pediátrica na capital e implantar novos serviços para modalidade, garantindo dignidade no às crianças da nossa capital e do estado do Maranhão", destacou o prefeito Edivaldo.
O novo Hospital da Criança terá 178 leitos, ente Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias. A unidade terá ainda centro cirúrgico com quatro salas de grande porte, laboratório de análises clínicas, centro de diagnóticos de imagens, equipados com aparelhos de ultrassonografia e tomografia computadorizada, duas recepções, brinquedoteca e lactário, entre outros espaços.
No entendimento do vice-prefeito Julio Pinheiro, o hospital da criança que a Prefeitura e Governo do Estado constroem em parceria é muito importante para confirmar a prioridade que os dois governos têm dado à saúde da população, principalmente daqueles que mais precisam. "Para as agendas dos governos Flávio Dino e Edivaldo, a saúde tem destaque e é prioridade. A entrega deste novo hospital para a população vai contribuir para melhorar cada vez mais o atendimento, especialmente às crianças", enfatizou.
O prefeito e o vice percorreram boa parte dos espaços em construção. No terceiro andar, os serviços de colocação de piso se iniciaram esta semana. A construção segue padrão estabelecido pelo Ministério da Saúde, de maneira a não causar transtornos ao atendimento que continua sendo feito no prédio antigo do hospital.
DEMANDA

O prédio do Hospital Municipal Odorico Amaral de Matos foi inaugurado ainda na década de 1990. "De lá para cá, tivemos um aumento exponencial da demanda. Daí a importância deste hospital que irá beneficiar de maneira significativa o atendimento às crianças de São Luís e de todo o estado", assinalou Edivaldo. Com mais de quatro mil metros quadrados, o novo hospital se conecta com as instalações do prédio antigo do hospital que ganha um anexo, totalizando mais de 6 mil metros quadrados de área construída.

"Como estamos em fase de acabamento, que é um trabalho realizado na parte interna do hospital, o andamento do serviço não deve ser afetado pelas chuvas. Toda a parte estrutural do prédio está concluída, assim como as instalações gerais. Em breve, este importante equipamento de saúde poderá ser entregue à população de São Luís pelo governador Flávio Dino e pelo prefeito Edivaldo", disse o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo. 

‘Carnaval de Todos 2017’ será realizado a partir das 14h nos pontos oficiais de folia



A programação oficial do ‘Carnaval de Todos 2017’ acontecerá mais cedo nos seis pontos da folia promovida pelo Governo do Maranhão. Realizado por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) em parceria com a Prefeitura de São Luís, a festa foi planejada para garantir a participação de toda a família.  A abertura dos circuitos oficiais acontece na próxima sexta-feira (24), às 18h. Já de sábado à terça-feira, a animação começa a partir das 14h.
“Fizemos um planejamento para garantir que a festa ocorra com segurança e tranquilidade para a população. Nós teremos um reforço muito grande de policiais, contando, também, com apoio da Prefeitura através da Guarda Municipal, Blitz Urbana e SAMU [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência]. Teremos, ainda, o Hospital do Exército instalado próximo à Passarela do Samba, para suporte em casos de emergência ocorridos na Passarela e no próprio circuito Madre Deus”, detalhou o secretário da Sectur, Diego Galdino.
No circuito Praça da Saudade, na sexta-feira, a abertura ficará por conta da apresentação do Tambor de crioula de Wendel, o show da cantora Alessandra Loba, a banda tambor Falante e o show da Banda Kayambá.  No restante dos dias, no mesmo ponto, a folia ficará por conta da presença de djs, do tambor do Laborarte, do grupo Fuzileiros da Fuzarca, dos shows com Marco Duailibe, Anderson e Feijoada, Folia de Três, Rosa Reis, Grupo Argumento, entre outros.
Para a programação do segundo dia de festa oficial do Governo, o primeiro na Vila Gracinha, aproximadamente 15 blocos maranhenses se apresentarão. Durante todo o período do carnaval, serão mais de 50 blocos desfilando no local, sendo que na terça-feira, ocorrerá a apresentação de 15 dos tradicionais do Grupo A, como Os Trapalhões, Os Feras, Os Vampiros, Originais do ritmo, Os Foliões, Os Tremendões, entre outros grandes nomes.
A festa segue ainda no Circuito São Pantaleão, Largo do Caroçudo, Ceprama e na Casa do Maranhão, onde, além da presença dos blocos tradicionais e de cantores da terra, contará com as apresentações de blocos afros e cortejos de tribos indígenas. “A proposta é valorizar a tradição, privilegiando ritmos e atrações típicas do Carnaval maranhense. Teremos dias de muita festa, idealizada com base no que já há de melhor na cidade neste período ao longo dos anos, mas, trazendo, também, algumas novidades”, ressaltou Galdino.

Sem mandato e com medo da prisão, Sarney implora por foro privilegiado

JM Cunha Santos


O instituto do foro privilegiado vai desabar nesse país e não demora muito. Porque se trata de uma excrescência jurídica destinada unicamente a proteger a corrupção. E nesse aspecto chegamos ao limite de nossas forças. É um cancro generalizado, um câncer seminal provocando falência múltipla dos órgãos públicos e a desgraça do povo brasileiro.
É preciso dizer: todo corrupto quer ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal porque ali quase corrupto nenhum jamais é condenado e os poucos condenados quase sempre respondem em casa pelos crimes, ou seja, tiram férias, não muito longas, da corrupção.   
O blog do jornalista John Cutrim publicou o pedido de Sarney para que as investigações decorrentes da delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, sejam julgadas pelo STF ou pela Justiça Federal, em Brasília. Sarney foi acusado por Machado de receber R$ 18,5 milhões em propina, dos quais R$ 16 milhões em dinheiro vivo e, por determinação do ministro relator da Lava Jato, Edson Fachin, é investigado também por obstrução da Justiça. Sem mandato, não tem foro privilegiado e fica sob a jurisdição do juiz Sérgio Moro, o terror dos corruptos no Brasil. As investigações da Lava Jato atingem tantos figurões que o escritor Mário Vargas Llosa considera um milagre que Sérgio Moro ainda esteja vivo.
Sarney está vendo muitos colegas seus indo parar na prisão e isso o apavora. Além disso, os movimentos de defesa à margem da Justiça nunca dão certo: Romero Jucá teve que desistir de seu projeto de blindar os presidentes da Câmara e do Senado nesse processo; Lobão está em queda livre na CCJ depois das denúncias que o envolvem e a seu filho, Márcio Lobão; o destino do projeto de lei de abuso de autoridade, que pretende punir juízes que decidam contra a corrupção, é um cofo de caranguejos e mais nenhum outro lugar.

O mundo desaba em torno do ex-presidente e o único caminho que lhe resta é implorar a clemência de uma Justiça a cada dia mais implacável com a corrupção.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Polícia Civil apreende 120 quilos de maconha em Peritoró



Em entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda-feira (20) na sede da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, com a presença do delegado geral da Polícia Civil Lawrence Melo, do superintendente estadual de repressão ao narcotráfico (Senarc) Carlos Alessandro e do coordenador do departamento de repressão ao narcotráfico no interior Danilo Veras, foram prestadas informações a respeito da operação que resultou na apreensão de cerca de 120 quilos de entorpecentes na cidade de Peritoró.
A ação teve início após denúncias anônimas que apontavam que um ônibus de turismo advindo do estado de Goiás carregava uma grande quantidade de drogas, tendo o destino final o município maranhense. Em posse dessas informações equipes da Polícia Civil de Peritoró e Presidente Dutra montaram campana nas proximidades da BR-316 no intuito de desarticular o crime, tendo êxito ao final.

Na ocasião, Hugo Wendel Santos da Silva, de 25 anos, natural da cidade de Imperatriz, foi preso em fragrante, pois o mesmo estava em posse de cerca de 120 quilos de maconha prensada que localizadas no bagageiro do ônibus. Ainda de acordo com o delegado Danilo Veras, o acusado confessou a responsabilidade do entorpecente e admitiu que a droga teria como finalidade abastecer o período carnavalesco em pelo menos cinco municípios do leste maranhense.
O mesmo foi recambiando à sede da Senarc, em São Luís onde após prestar seu devido depoimento, foi autuado pelo crime de tráfico interestadual de drogas, sendo esse encaminhado ao Sistema Penitenciário maranhense.
Operação “ UNIDADE MAIS SEGURA”
Ainda durante a coletiva, o delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo   apresentou os resultados da operação policial “ UNIDADE MAIS SEGURA” que foi desenvolvida nos últimos dias 17,18 e 19 de fevereiro, nas cidades de Paço do Lumiar, Raposa e região do bairro do Araçagi, que visava um policiamento ostensivo e combater o número de roubos naquela área.
Como resultado da operação, foram cumpridos quatro mandados de prisão em desfavor de Paulo Ricardo Ribeiro, Walter Portela Dourado, Diego Mesquita Lobão e Ronilson Costa Silva, vulgo “ Romarinho”.
A operação foi fruto de um trabalho conjunto entre a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC), a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (SECCOR), em integração com a Polícia Militar.
O delegado geral Lawrence Melo por sua vez, anunciou que a Secretaria de Segurança do Maranhão já dei inicios aos trametes burocráticos para uma locação de um prédio onde deve funciona a delegacia do Araçagi e uma Companhia da Polícia Militar que oferecerá um atendimento especifico as comunidades de toda aquela região dos municípios da Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar.
Por Anselmo Oliveira (Ascom/SSP) e fotos de Nilson Figueiredo.

Brasil 2017: o país se rende à eficiência da administração Flávio Dino

E, assim, 50 anos depois, podemos brincar o carnaval com o Maranhão na Comissão de Frente, como destaque entre os estados do Brasil, abre-alas da eficácia administrativa e da honestidade e sem nenhuma saudade dos blocos da propina e da corrupção.

JM Cunha Santos


Foi uma semana e tanto para o governo e para o governador Flávio Dino! Revistas, sites, portais, blogs, jornais de maior circulação e acessos no Brasil destacaram a atual administração do Estado do Maranhão entre aquelas com resultados mais positivos no país. Enquanto a mídia sarneisista, mentindo como sempre, noticiava uma queda brusca no PIB do estado, a revista Carta Capital divulgava um mapa explicativo colocando o Maranhão como um dos estados com superávit, de R$ 72 milhões.
Do lado de lá, o ex-senador Jose Sarney passava a constar do mapa de investigações do Supremo Tribunal Federal, ao lado de figuras onipresentes na crônica da corrupção, como Renan Calheiros, Romero Jucá e Sérgio Machado.
Enquanto anunciava a antecipação do pagamento dos servidores públicos para antes do carnaval, o governador Flávio Dino podia ler no jornal O Globo que o estado do Maranhão foi o que mais ampliou o efetivo de policiais militares no Brasil.
Do lado de lá, o senador Lobão, o filho dele, Márcio Lobão e outras figuras também onipresentes na crônica da corrupção do país, enredavam-se nas teias da Operação Leviatã, da Polícia Federal e mais uma vez sob as ordens da Corte de Justiça suprema do país –o STF.
Do lado de cá, o colunista Marcos Lisboa, do jornal Folha de São Paulo, refletindo sobre “Os dois Brasis”, afirmava: “Em meio à crise que afeta o país, no entanto, esses estados têm implantado reformas e controle dos gastos enquanto aperfeiçoam a política pública, como na segurança em Alagoas e no controle dos desvios tributários no Maranhão”.
Do lado de lá, Roberto Rocha, agredindo jornalistas, externava-se à servidão de um anacrônico macarthismo, assumindo, de uma vez por todas, que é hoje um político contaminado pelo mesmo ódio do grupo Sarney.
Do lado de cá, a revista Época, em mais um levantamento nacional, colocava o Maranhão entre os estados que melhor pagam os policiais no Brasil.
Do lado de lá, as redes sociais amaldiçoavam as declarações de Sarney Filho de que Roseana Sarney pretende se candidatar ao governo do Maranhão.

E, assim, 50 anos depois, podemos brincar o carnaval com o Maranhão na Comissão de Frente, como destaque entre os estados do Brasil, abre-alas da eficiência e da honestidade e sem nenhuma saudade dos blocos da propina e da corrupção.

‘Travessia’ comemora um ano com mais de 11 mil viagens realizadas e aceitação dos usuários


Maxweel Ayres Maciel, 33 anos se orgulha de ser o usuário que possui a 
carteirinha número um do projeto. Foto: Handson Chagas/Secap
Mãe do pequeno Vítor, 8 anos, que tem paralisia cerebral e é atendido 3 vezes por semana pelo Programa Travessia, Valdirene Silva explica que o projeto  o projeto facilita sua rotina, pois atualmente ela leva apenas 30 minutos para ir e voltar com o Vitor ao Centro Especializado de Reabilitação e Promoção da Saúde. Antes era uma média de 2h. “Para ir à Apae, eram gastos mais de 2h30 de deslocamento, hoje são apenas 40 minutos”, explica Valdirene que, inclusive criou laços afetivos de amizade com os motoristas, ante o fato de que não há atrasos e todos tratam  muito bem os usuários e seus familiares.
Um ano de Travessia
Vítor Gustavo Silva, 11 anos, é um dos beneficiados pelo programa ao longo 
deste primeiro ano de atuação. Foto: Handson Chagas/Secap
O projeto, que completa um ano neste mês, realizou mais de 5.000 atendimentos, que resultaram em 11.026 viagens apenas na Região Metropolitana de São Luís. Ao longo do ano o Travessia foi expandido a atendimentos para crianças com microcefalia e deficientes visuais.
Maxwell Ayres Maciel, 33 anos, utilitário da carteirinha número um do projeto, explica que utiliza o serviço seis vezes por semana, de segunda a sexta-feira para ir e voltar da faculdade e aos sábados presta um trabalho voluntário no Hospital Aldenora Belo, para o qual também utiliza o Travessia. Ele gastava de 300 a 350,00 por mês para assistir aulas na faculdade.
De acordo com o presidente da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), Arthur Cabral o projeto é motivo de orgulho e satisfação, a partir do momento que foi provado que é um programa de grande utilidade e necessário para esta parte da população, antes esquecida pelo poder público.
Atendimento
Maiores informações sobre como utilizar o serviço podem ser buscadas por meio do site da MOB, www.mob.ma.gov.br, ou pelo telefone 3254-0347.
Números

648 – Cadastrados em São Luís
5.796 – Atendimento durante um ano
11.026 – Viagens durante um ano
1.000 – Capacidade de viagens ao mês em São Luís
1.000 – Capacidade de viagens em Imperatriz

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Briga pode ter precedido execução de família em São Gonçalo



A Polícia Civil encontrou quatro dentes, que não pertenciam à família morta em São Gonçalo, no local em que o crime ocorreu, na madrugada de sexta-feira. Segundo o delegado titular da Divisão de Homicídios que atende o município, Fábio Barucke, o material encontrado sugere que aconteceu uma briga antes de uma das execuções. O casal Wagner da Silva Salgado e Soraya Gonçalves de Resende e a filha Geovanna Resende Salgado, de 10 anos, foram vitimados em casa.
— Fizemos buscas em todos os hospitais públicos e não localizamos paciente algum tratando das feridas na boca. Assim, pedimos que denunciem para que possamos localizá-lo — pede o delegado Fábio Barucke.
Informações sobre os possíveis autores do assassinato podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (21 2253-1177). O anonimato é garantido.
Polícia investiga ligação com briga por herança
A Delegacia de Homicídios (DH) de Niterói e São Gonçalo investiga se a morte tem ligação com uma briga judicial envolvendo o inventário do pai de Soraya. O processo, que tramita na 6ª Vara Cível de São Goçnçalo, se arrasta há 20 anos. Wagner atuava como advogado no caso. Em meio à disputa, em 2014, Soraya, que é adotada, chegou a pedir na Justiça que houvesse prestação de contas no inventário do pai. A solicitação ainda foi julgada.
No dia 18 de junho do ano passado, Soraya fez um registro de ocorrência na 73ª DP (Neves) contra sua irmã Simone Gonçalves Resende por causa de uma postagem no Facebook. À polícia, Soraya, que é adotada, afirmou que postou uma foto com seu pai na rede social e horas depois, Simone fez comentários ofensivos.
“Vagabunda. Agora que está morto coloca foto com mensagem que um dia vai se encontrar!! Toma vergonha na cara e conta da sua mãe que você trata como uma cachorra: Você nunca trabalhou e nem sabe o que é isso. Tinha que dar muito valor a quem te criou porque quem te pariu nem na sua cara quis olhar. Cuida enquanto está viva porque depois que morrer você não vai postar fotinha arrependida. Já passou da hora de você tomar vergonha na cara e sair das costas dela. Fica a dica”, dizia a postagem.
Família de mulher assassinada não foi ao velório
Os corpos de Wagner, Soraya e Geovanna foram enterrados, na tarde de sábado, no Cemitério de São Gonçalo. Antes, houve um velório na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na cidade. Wagner era advogado e diretor de eventos da instituição.
Corpos foram enterrados no Cemitério de São Gonçalo Foto: Divulgação/OAB

Ninguém da família de Soraya, que era adotada, compareceu ao velório. A mãe de Wagner, que era filho único, acompanhou a cerimônia muito abalada. Às 12h30, uma missa foi realizada no local. Antes disso, amigos de outras religiões puderam prestar homenagens. Alguns vestiram a camisa com a foto da família estampada. Também estiveram no velório o prefeito de São Gonçalo, Dr. José Luiz Nanci, além de secretários e vereadores. Da sede da OAB, os presentes seguiram em cortejo até o Cemitério de São Gonçalo.