segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Cemar negocia débitos do consumidor na Praça Deodoro



A Cemar realizará durante toda a semana, de 30/08 a 03/09, uma Mega Ação de Negociação na Praça Deodoro, das 08h ás 17h30, em frente à Biblioteca pública Benedito Leite.
Os Agentes de Relacionamento da Cemar realizarão diversas oportunidades de negociação, com condições especiais, além de cadastros e atualizações na Tarifa Social de Energia Elétrica Baixa Renda.
Será uma oportunidade também de potencializar informações de segurança, direitos e deveres e economia de energia.
Então, quem estiver em débito com a Companhia, pode aproveitar essa oportunidade e regularizar sua situação para evitar a suspensão do fornecimento de energia, com muitas facilidades.

Para mais informações , procure nossos agentes ou se dirija à agência de atendimento mais próxima.

3.879 alunos são beneficiados com inauguração de escolas nesta terça e quarta-feira



Como parte das ações do programa ‘Escola Digna’, cinco escolas reconstruídas da rede estadual de ensino serão inauguradas nesta terça (30) e quarta-feira (31), beneficiando 3.879 alunos.  Nesta etapa foram investidos 4,5 milhões na reforma geral das escolas localizadas em Chapadinha, Peritoró, Zé Doca, São José dos Basílios e Caxias.
Nesta terça serão realizadas as inaugurações dos centros de ensino Dr Paulo Ramos (Chapadinha), Aluísio de Azevedo (Caxias) e Eng. Roberto Cunha (Peritoró). Na quarta é a vez de Zé Doca (CE Bandeirante) e São José dos Basílios (CE Darcy Vargas).
Esta a quinta etapa de entrega de escolas revitalizadas pelo Governo, este ano, totalizando 55 prédios entregues às comunidades escolares nas diversas regiões do estado, beneficiando até o momento 35 mil estudantes em 38 municípios.
As reformas contemplam a troca de telhados e pisos, renovação de instalações hidráulicas e elétricas, pintura das paredes, instalações de ar condicionados nas salas de aula, instalação de novos quadros, reforma de banheiros, substituição de portas e de luminárias, instalação da subestação de energia elétrica, e, em algumas unidades, nova adequação dos espaços de lazer, entre outros.

Até o fim desta primeira fase do programa ‘Escola Digna’ serão reconstruídos e reformados mais de 60 Centros de Ensino, em 39 municípios de diversas regiões do estado. Os investimentos na ordem de R$ 90 milhões irão beneficiar diretamente mais de 40 mil estudantes, além de professores e funcionários das unidades escolares. Além da reformas, 300 escolas já passaram por manutenção em todas as regiões do estado.

Casal é preso na Ponta d’Areia suspeito de assaltar turistas


Na tarde desta segunda-feira (29), foi preso em flagrante na praia da Ponta d’Areia o casal Gerson Barbosa Figueredo, 28 anos, e Lurdineia Ribeiro dos Santos, 28 anos. Eles são acusados de roubarem turistas na região da praia da Ponta d’Areia.
Junto do casal foi encontrado um aparelho celular e um óculos, oriundos de um assaltado realizado ontem contra turistas do Rio de Janeiro.

A prisão foi realizada pela Polícia Civil por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

Juiz determina internação definitiva de adolescentes acusados de matar a mãe da menor



O juiz José dos Santos Costa, titular da 2ª Vara da Infância e Juventude de São Luís, determinou nesta segunda-feira (29) a internação definitiva por dois anos, oito meses e 12 dias, do casal de adolescentes, acusado da morte de Tatiana Albuquerque Cutrim, mãe da menor, ocorrida em julho deste ano. O prazo máximo permitido pela lei é de três anos e, como houve a confissão, foi atenuado em um mês e 18 dias.
Os adolescentes, de 14 e 15 anos, cumprirão medida socioeducativa em unidades de internação definitiva (masculina e feminina), em São Luís. Eles já se encontram internados provisoriamente desde o dia 25 julho, após serem apreendidos pela polícia na cidade de Santa Inês (MA), para onde fugiram no dia seguinte ao ato infracional.
Consta na representação oferecida pelo Ministério Público contra os adolescentes que o casal de namorados matou Tatiana Albuquerque, no dia 22 de julho deste ano, por volta das 22h, na residência da vítima, sendo o corpo encontrado na manhã do dia seguinte. Segundo o laudo cadavérico, a causa da morte foi estrangulamento com sinais de crueldade. O laudo mostra que a vítima sofreu lesões perfurocortantes antes de evoluir para óbito por asfixia.
Na sentença o juiz afirma que as versões apresentadas pelos adolescentes, além de se contraporem, não guardam verossimilhança ou harmonia com as provas médico-legais e com a cena do ato infracional. Conforme o magistrado, os adolescentes planejaram e executaram o homicídio, fugindo em seguida. José dos Santos Costa destaca que a medida socioeducativa mais adequada e proporcional à conduta cometida pelos acusados, equivalente a homicídio, é a internação, conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Quanto à motivação do ato infracional, conforme o juiz, os autos registram que seria pelo fato de a mãe da menina ter proibido o namoro dos adolescentes, que já durava sete meses. Segundo depoimentos de parentes da vítima, Tatiana Albuquerque não aprovava o relacionamento devido à pouca idade da filha e também porque com o namoro a menina apresentou indisciplina em casa e na escola e queda no rendimento escolar.

José dos Santos Costa explicou que o prazo máximo permitido pelo ECA para a internação provisória é de 45 dias. Se a instrução do processo não fosse concluída dentro desse período, o casal de adolescentes teria que responder o processo em liberdade. Como não houve testemunha presencial do homicídio, o magistrado ouviu os acusados e os pais da vítima e do adolescente, determinou a realização de exames periciais e nesta segunda feira (29) proferiu a sentença, com a internação definitiva do casal.

Torcidas de Dilma e Temer têm duelo de celebridades nas galerias do Senado

Presidente afastada convida 40 pessoas para esta 2ª feira Lula, Chico Buarque e Letícia Sabatella são chamados Janaína Paschoal, advogada de acusação, terá 30 nomes Entre eles estão Kim Kataguiri e o príncipe Orleans e Bragança

Nas galerias, separação será como em estádio de futebol
Haverá 70 convidados especiais acompanhando o último discurso da presidente afastada, Dilma Rousseff, no plenário do Senado Federal nesta 2ª feira (29.ago.2016). A petista convidou 40 pessoas. A advogada de acusação, Janaína Paschoal, 30. Entre eles estão políticos, artistas, líderes de movimentos sociais e apoiadores.
Fazem parte da lista de Dilma o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o cantor e compositor Chico Buarque, a atriz Letícia Sabatella, ex-ministros, artistas e líderes de movimentos sociais, como Guilherme Boulos (MTST) e Vagner Freitas (CUT).

A acusação chamou 30 convidados. Entre eles, Kim Kataguiri e Fernando Holiday, do Movimento Brasil Livre (MBL), Joice Hasselmann, jornalista ativista pró-impeachment, Rogério Chequer, líder do movimento Vem Pra Rua, e Luiz Phillipe de Orleans e Bragança, herdeiro da família imperial.

A sessão desta 2ª feira não tem hora para acabar pois há 47 senadores inscritos para fazer perguntas a Dilma.

SEPARAÇÃO COMO EM ESTÁDIO DE FUTEBOL

O presidente do Senado, Renan Calheiros, definiu que cada grupo de convidados terá direito a 20 assentos nas chamadas galerias do Senado. São as cadeiras que ficam num nível superior ao do plenário. As pessoas assistem à sessão como em uma arena, observando os senadores de cima para baixo.
Para evitar eventuais confrontos, Renan Calheiros determinou que os 20 convidados de cada lado fiquem em lados opostos das galerias. Na parte central haverá uma “barreira humana'' formada por repórteres, fotógrafos e cinegrafistas, separando as duas “torcidas''.
CONVIDADOS DE DILMA

Não está claro quais dos 40 convidados da presidente afastada receberão os 20 assentos nas galerias do Senado. Um deles deve ser o ex-presidente Lula.
Dos nomes chamados por Dilma, 10 ficarão acomodados na chamada tribuna de honra do plenário do Senado, local em que as cadeiras ficam no mesmo nível das dos senadores. Esse foi um pedido da petista, usando a prerrogativa de ainda ser presidente (embora afastada) pois seriam pessoas do seu time de apoio pessoal. São eles: assessores, seguranças e chefes de gabinete da petista.
Os convidados de Dilma que não ficarem nas galerias nem na tribuna de honra terão de se virar para encontrar algum lugar no Senado para acompanhar o discurso da petista.
O assento reservado a Lula na parte superior do plenário foi uma escolha do próprio ex-presidente. Depois da divulgação da lista de convidados da acusação, porém, aliados analisam se é melhor o petista manter o seu posicionamento.
Letícia Sabatella é uma das convidadas de Dilma Rousseff. Há 1 mês, a atriz foi hostilizada por manifestantes pró-impeachment enquanto andava por uma rua em Curitiba.
Representantes de movimentos sociais de esquerda, como da CUT e do MTST, acompanharão a sessão que terá o depoimento de Dilma a partir de um telão colocado na Comissão de Direitos Humanos do Senado.
CONVIDADOS DE JANAÍNA PASCHOAL

Luiz Phillipe de Orleans e Bragança, herdeiro da família imperial, é um dos líderes do movimento “Acorda Brasil'', favorável à cassação de Dilma. Maria Lúcia Bicudo, filha do advogado Hélio Bicudo, fundador do PT e um dos autores do pedido de impeachment, também foi convidada.
Entre os nomes escolhidos por Janaína Paschoal está Joice Hasselmann. A jornalista é conhecida na internet por vídeos e informações críticas ao PT e a favor do impeachment. Trabalhou no passado na revista Veja.
SENADORES DIVERGEM SOBRE CONVIDADOS

Senadores favoráveis à cassação da presidente afastada divergem sobre os convidados escolhidos pela acusação para assistirem à sessão desta 2ª feira. Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), líder do partido na Casa, é favorável. Já os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Ana Amélia Lemos (PP-RS) não gostaram da ideia. Temem que o comportamento dos ativistas possa ser exagerado.

Apoiadores de Dilma Rousseff criticaram os convidados da acusação. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AC) ironizou a presença de líderes de movimentos pró-impeachment. “Nós temos o Chico Buarque, eles o Kim Kataguiri. Dá pra saber quem está no lado certo''.

Estabelecimentos são credenciados para venda de materiais e Bolsa Escola é reajustado



O Governo do Estado inicia na segunda-feira (29) o período de novos credenciamentos de estabelecimentos comerciais, nos municípios maranhenses, para a venda de materiais escolares aos beneficiários do programa “Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)”, no próximo ano. O decreto emitido pelo governador Flávio Dino estabelecendo o prazo de credenciamento das empresas também oficializa o reajuste de 12,5% no valor do benefício, que passará de R$ 46,00 para R$ 51,00, a partir de janeiro de 2017.
Para o credenciamento dos novos estabelecimentos – que vai do dia 29 deste mês a 30 de outubro próximo -, os interessados deverão atentar para os critérios estabelecidos no decreto do Executivo, entre os quais, estar quite com todas as suas obrigações fiscais e jurídicas. Os estabelecimentos comerciais que queiram participar do programa deverão requerer o credenciamento acessando o linkwww.bolsaescola.sedes.ma.gov.br e juntar aos documentos exigidos.
O Programa “Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)” foi criado pelo governador Flávio Dino, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes). De acordo com o titular da pasta, secretário Neto Evangelista, o escopo inicial do programa tinha com meta beneficiar 1, 2 milhão de estudantes da rede pública estadual, com idade entre 4 e 17 anos.
“Sem dúvida, avançamos muito na estruturação desta ação transformadora que tem como objetivo proporcionar mais dignidades aos nossos alunos da rede estadual de ensino. É um programa que começou grande, pois foi nossa primeira experiência com a implantação de um programa estadual de transferência de renda, único no país que complementa o recurso federal do Bolsa Família e é destinado à compra de material escolar. Nós sabemos o quão importante é para a autoestima dessas crianças e adolescentes poder comprar materiais de qualidade e que muito lhes servirão em sua jornada escolar”, disse Neto Evangelista.
O recurso é disponibilizado em cota única, no início de cada ano para a compra de material escolar. A retirada do benefício é feito por meio de um cartão de débito que, à medida que forem recebidos pelos beneficiários, são desbloqueados pelo órgão executor do programa. Os beneficiários até 90 dias para realizar a compra dos produtos nos estabelecimentos credenciados pelo Governo do Estado, nos municípios.
Com o aumento da margem per capta para as linhas de extrema pobreza e pobreza – que passaram de R$ 77 para R$ 85 e de R$ 154 para R$ 170, respectivamente, conforme anunciado pelo Governo Federal, para concessão da Bolsa Família, o programa ‘Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) também acompanhará a mesma margem para a concessão do benefício estadual de transferência de renda, o que significa que mais estudantes serão beneficiados pelo Bolsa Escola, no Maranh

Desenvolvido com recursos oriundos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza (Fumacop), o ‘Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)’ amplia a rede de favorecidos pelo Bolsa Família já que não impõe limites de filhos por família.

domingo, 28 de agosto de 2016

Caminhão do Exército com drogas é apreendido em São Paulo, e militares são presos



A Polícia Civil prendeu cinco pessoas, incluindo três militares do Exército, flagradas com cerca de três toneladas de maconha na rodovia Anhanguera, em Campinas, no interior de São Paulo. A droga estava em um caminhão do Exército, que pertence ao 20º Regimento de Cavalaria Blindado (20 RCB), de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. A droga teria saído do Mato Grosso do Sul e seria entregue em Campinas. O caminhão foi detido por volta das 2h da manhã. Houve troca de tiros entre os militares e os agentes do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). A polícia acredita que duas pessoas tenham fugido.
A investigação ocorria há três meses, segundo a Polícia Civil. Uma equipe da 5ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) descobriu que um carregamento de drogas chegaria a uma empresa desativada, utilizada como estacionamento, em Campinas. Os policiais foram até o local. Horas depois, suspeitos que estavam dentro da empresa desconfiaram da movimentação e tentaram fugir a bordo de veículos – um deles um caminhão do Exército.
Houve troca de tiros. Após o confronto, dois cabos, Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho, lotados no 20º Regimento de Cavalaria, que estavam no caminhão, foram presos em flagrante e logo assumiram que o entorpecente estava no veículo. Ferido, um terceiro cabo, Simão Raul , conseguiu fugir, mas foi localizado horas depois em um hospital na região de Limeira, também no interior. O militar foi detido.
Outros dois homens, que tentaram fugir em uma Fiorino, também foram presos. Segundo a Polícia Civil, eles teriam ido à empresa desativada para pegar a maconha. Foi apreendida uma pistola de calibre 380 e uma van, abandonada por outros criminosos que escaparam.
Em nota, o Exército Brasileiro informou que os militares presos após serem flagrados transportando drogas em caminhão da instituição serão expulsos da corporação.
"O Exército Brasileiro não admite atos desta natureza que ferem os princípios e valores mais caros sustentados pelos integrantes da Força. Diante da gravidade do fato, que desonra a instituição e atinge a nossa sociedade, os militares encontram-se presos e serão expulsos do Exército", informou a instituição, por meio de seu Centro de Comunicação Social.
A instituição afirmou ainda que foi instaurado um inquérito policial militar para a apuração dos fatos e responsabilidades e disse que está à disposição para apoiar as investigações.

Suspeitos de roubos e arrastões são presos na Praça Nauro Machado



Três suspeitos de realizar roubos e arrastões foram presos, na noite de ontem (26), por volta das 23hrs, na Praça Nauro Machado. Segundo informações da Polícia Militar, por meio da Companhia Independente de Turismo (CPTur), um dos suspeitos, identificado como Alan Costa Braga, foi encontrado com um aparelho celular roubado. A vítima, entretanto, se recusou a ir a Delegacia por medo de retaliações. Alan estava em posse de um canivete e foi preso pois já tinha um mandado de prisão preventiva em aberto.

Ele e os outros suspeitos, identificados como Wanderson Santos Luz e Cristiano Sousa da Silva, foram apresentados no plantão Central do Parque do Bom Menino. (TV Guará)